NOSSAS REDES SOCIAIS

R$49,90

Ou em até 3x de R$16,63
Sem Juros - PagSeguro

Parcelamento PagSeguro

1x de R$49,90
*sem juros
3x de R$16,63
*sem juros
5x de R$10,70
com juros
7x de R$7,87
com juros
9x de R$6,30
com juros
2x de R$24,95
*sem juros
4x de R$13,18
com juros
6x de R$9,05
com juros
8x de R$6,98
com juros

parcele em até 3x vezes sem juros no cartão de crédito

Valores de entrega diferenciados para Livros via Correios

compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter
Share on google
Share on telegram

descrição

O melhor de quatro décadas de poesia transgressora, crua e autêntica Charles Bukowski começou a escrever poemas aos 35 anos e não parou mais. Publicou o primeiro livro de versos, Flower, Fist, and Bestial Wail, em 1959 e, dois anos antes de sua morte, o último, The Last Night of the Earth Poems (1992) – além de uma grande produção inédita, parte da qual foi lançada postumamente. Em quase quarenta volumes de poemas, o autor destilou – sobretudo em versos brancos, sem rima – seu olhar cru e autêntico sobre a vida humana. Olhar esse não desprovido do humor muito peculiar de quem dedica um sorriso irônico à fugacidade da existência e ao som e à fúria que nos envolvem desde que nascemos até nosso último suspiro. Aqui o leitor tem a melhor e mais abrangente antologia poética de Bukowski, cobrindo quase quarenta anos. O conteúdo foi selecionado pelo biógrafo e estudioso Abel Debritto entre livros, composições publicadas somente em periódicos e versos inéditos. Os 95 poemas ora reunidos vão da ferocidade quase surrealista dos primeiros anos, passando pela fase underground do Velho Safado (pós-anos 1970) e culminando, enfim, na produção mais filosófica das últimas décadas. É impossível não se identificar com a voz que aqui ressoa, denunciando o desespero e o absurdo da condição humana, seja ao tratar de amor, morte, sexo ou escrita – seus temas mais visitados. Com o olho arguto para o ridículo e o comezinho, o autor fala aos anseios mais profundos e sobre as facetas mais estranhas da existência. O resultado é uma poesia dura, implacável, às vezes com um toque de graça, mas sempre original. nclui apresentação de Abel Debritto, além de desenhos e manuscritos do velho Buk.

Informação adicional

Dimensões 21 × 14 × 2 cm
Autor

Editora

Selo Editorial

Publibook

Número de Páginas

232

Ano